fbpx
Mongólia
Getty Images

A Mongólia é um daqueles destinos exóticos para quem ama viajar. Localizada na Ásia Central, perto da Rússia e da China, é um país pequeno no qual as principais atrações são as paisagens e os animais selvagens. Por isso, não deixe de visitar os seis lugares imperdíveis citados a seguir, localizados na capital do país e no Deserto de Gobi:

Ulan Bator é a principal fonte do turismo na Mongólia

Ulan Bator é a capital da Mongólia e tem se tornado uma cidade bastante moderna. Por lá, é possível encontrar grande parte dos pontos turísticos do país, além de apreciar as construções e a vida dos nativos. Selecionamos três locais que você não pode deixar de ir nesta região:

1 – Mosteiro Budista Gandantegchleng

Restaurado e revitalizado em 1990, este mosteiro foi construído em torno do ano de 1809. Atualmente, mais de 150 monges vivem por lá e a tradução do nome do local significa “Grande Lugar da Alegria Completa”. Também há, no mosteiro, uma estátua de Buda de 26,5 metros.

Mosteiro Gandantegchleng
Getty Images

2 – Colina Tsonjin Boldog

Essa colina é um local famoso por conta da maior estátua de Genghis Khan, um imperador Mongol que viveu em torno de 1200 e trouxe diversas conquistas ao país. A estátua tem cerca de 40 metros de altura e é feita de aço inoxidável. É possível até mesmo subir na estátua através de um elevador e apreciar a vista, já que a colina se localiza às margens do Rio Tuul.

Colina Tsonjin Boldog
Getty Images

3 – Museu de Bogd Khaan

Carregado com a história do país, o Museu de Bogd Khaan, também conhecido como Palácio de Inverno, tem o nome do último imperador da Mongólia. O local foi construído entre 1893 e 1903 e é onde viveu o oitavo Buda da Mongólia e o último rei, Jebtzun Damba Hutagt VIII. É um dos poucos lugares que não foram destruídos nos conflitos comunistas e ainda é possível encontrar diversos objetos pessoais do Rei por lá.

Museu Bogd
Getty Images

Deserto de Gobi

A região do Deserto de Gobi conta com atrações como dunas de areia, montanhas e cânions de gelo (diferente, não?). Além, é claro, da paisagem local. Não perca a oportunidade de ir até estes lugares:

4 – Yol Valley

Conhecido como o Parque Nacional do Vale da Águia, fica localizado a leste da Montanha Gurvan Saikhan. Por lá se pode encontrar a ave quebra-ossos e o local foi estabelecido como um espaço para a conservação da vida dessas aves. Vale a pena apreciar o pôr do sol neste parque!

Yol Valley
Vivid Travel

5 – Parque Nacional de Gobi Gurvan Saikhan

O Parque Nacional de Gobi fica no Deserto de Gobi, como o próprio nome diz. A diferença deste espaço em específico, porém, é que cerca de cinco mil nômades moram por lá em algumas cabanas. Além disso, você pode observar centenas de espécies de pássaros e plantas, e animais como camelos e cabras.

Gobi Gurvan
Getty Images

6 – Penhascos flamejantes

Os penhascos flamejantes são chamados dessa forma por conta da coloração do solo, em tom avermelhado. É o local perfeito para quem ama apreciar uma vista de perder o fôlego. Não é apenas um local “no meio do nada”, mas uma das maiores belezas naturais do país!

Penhascos Flamejantes
Getty Images

E esses foram os melhores lugares quando o assunto é turismo na Mongólia. Lindos, não é? Nós sempre ficamos encantados quando visitamos o país, não importa o número de vezes! Mas, com certeza, a primeira viagem até lá é a mais marcante de todas.

Aproveitando o assunto, dá uma olhadinha no roteiro Sibéria e Mongólia. É uma trajetória que criamos, especialmente, para quem pretende visitar ambos os países. Sempre dizemos que, para quê conhecer só um, se os vizinhos cabem muito bem em um roteiro só? Confere lá antes de fazer sua viagem!


Sibéria e Mongólia

Confira todos os detalhes do pacote
(valores, datas, hotéis, serviços, etc).


E se gostar e quiser realizar o mesmo cronograma com uma operadora de viagens, é só entrar em contato conosco, da Mala e Cuia.

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese