fbpx
Medical mask with passport and luggage prepare for a new normal lifestyle traveling

Muitas pessoas se perguntam se é seguro fazer viagens internacionais em tempos de pandemia. Para ajudar e tranquilizar você,hoje trouxemos um relato da nossa querida guia que viajou conosco em novembro de 2021. Ela conta um pouquinho sobre como foi ser uma viajante, mesmo em tempos de pandemia.

“Tive a feliz oportunidade de viajar para a Espanha com o grupo da Mala & Cuia, em novembro de 2021. 

Foram dias maravilhosos, vividos com intensidade e alegria, com a sensação de estarmos muito seguros! Nos passeios, restaurantes, hotéis, em todos os lugares os cuidados eram sempre respeitados pelos moradores e pela “família Mala & Cuia”, que nos tornamos! 

Para embarcarmos, tanto nos voos da ida quanto nos voos de retorno ao Brasil, foi exigida a documentação específica para a proteção dos viajantes, como o Certificado da Vacina, teste PCR, formulário da ANVISA, assim como o uso constante da máscara e o cuidado com o distanciamento. 

A tranquilidade no grupo, durante toda a viagem, foi reflexo da confiança nos excelentes serviços, atendimento e credibilidade na Mala & Cuia. E também no destino do roteiro, muito bem analisado e ponderado pela Mala & Cuia, que no caso da Espanha, se refletia na maior proteção com o alto índice de vacinação alcançado no país. 

E assim, com cautela e cuidados poderemos continuar viajando para os países com o nível de vacinação expressivo; países que estão agindo e tomando as medidas urgentes e necessárias para a segurança de todos. 

A Mala & Cuia está priorizando estes países em seus roteiros e, desta forma, viabilizando com segurança os futuros planos de viagens de seus tantos queridos clientes e amigos! Tenho esperança, tenho muita fé e acredito nas muitas viagens que voltaremos a realizar com a Mala & Cuia!”. 

Principais cuidados sanitários durante viagens internacionais em tempos de pandemia

Embora as medidas de isolamento para conter a propagação do coronavírus variem de um país para outro, é possível viajar com segurança. Conforme relatado, nós da Mala e Cuia já tivemos uma experiência incrível durante a Pandemia: todos os passageiros aproveitaram muito e voltaram para casa saudáveis e felizes!

Contudo, é preciso se atentar a algumas recomendações importantes.

Confira algumas orientações de segurança determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa):

  • Disponibilização de álcool em gel, sabonete líquido e papel em toalha em todos os terminais;
  • Distanciamento social de pelo menos dois metros entre as pessoas; 
  • Divulgação de instruções de distanciamento social, higiene e proteção nas áreas de embarque e desembarque, áreas operacionais e administrativas, banheiros e estacionamentos;
  • Estímulo à realização do check-in por meio de canais digitais, como aplicativos das empresas aéreas ou web-check-in;
  • Evitar o manuseio de cartões de embarque impressos;
  • Reforço na limpeza e desinfecção da área de movimentação de passageiros, pontes de embarque, ônibus, desembarque e demais áreas comuns;
  • Se possível, usar cartões de crédito ou smartphone para pagamento em lojas e serviços no aeroporto;
  • Uso de máscara obrigatório por parte dos passageiros e pessoas que circulam pelas áreas públicas dos terminais, além do uso de equipamentos de proteção individual (EPI) pelos colaboradores.

De acordo com o Ministério da Saúde, as recomendações para viajar com segurança são bem simples: adotar cuidados básicos de higiene e seguir as recomendações do local de destino. Afirma que os cuidados com a saúde devem estar na lista de prioridades de todos os viajantes para que doenças sejam evitadas. Ou seja, em qualquer situação (com ou sem Pandemia), precisamos sempre estar atentos a nossa saúde e ter bons hábitos de higiene para aproveitar 100% da viagem. 

Confira também as recomendações do Ministério da Saúde e Anvisa para viajantes reduzirem os riscos de exposição e transmissão da doença:

  • Lavar as mãos com frequência com água e sabão, principalmente antes de comer, usar transportes públicos ou visitar locais com grande fluxo de pessoas;
  • Caso não tenha acesso à água e sabão, as mãos devem ser protegidas com álcool em gel a 70%;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Evitar tocar os próprios olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam higienizadas.

Já a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) compartilha as seguintes orientações para os viajantes:

  • Distanciamento social no aeroporto;
  • Uso de álcool em gel para higienizar as mãos;
  • Uso de máscara durante toda a viagem.

Atenção: a Anac permite o transporte de até 100 ml de álcool em gel na bagagem de mão em viagens internacionais.

Já no caso de bagagem despachada, o limite é de 500 ml, tanto para voos. 

Estar atendo aos frascos transportados também é recomendado. Isso porque o transporte de álcool em gel só será permitido se a embalagem plástica for transparente. Assim, a mesma pode ser inspecionada visualmente no embarque do passageiro.

Vacina contra Covid no Brasil e no mundo

Até agora, mais de 75% dos brasileiros já receberam pelo menos uma dose e 68% foram totalmente imunizados. Sendo que,  a vacinação contra o coronavírus começou em janeiro de 2021 aqui no Brasil.

As campanhas de vacinação contra o Covid-19 seguem no mundo todo. Além de mais segurança para a população, a imunização tem permitido a reabertura de fronteiras para viajantes vacinados. Estados Unidos, Uruguai, Argentina, Reino Unido, Espanha e França, por exemplo, já flexibilizaram as restrições de entrada para brasileiros totalmente imunizados.

Para onde brasileiros com podem viajar

Brasileiros totalmente imunizados podem viajar para 104 países. 

Já brasileiros não imunizados podem viajar para 51 países com restrições leves, lembrando que há novas regras mais rígidas para a entrada de volta no Brasil, como exigência de quarentena e testes PCR. Dentre os países que não exigem comprovante de vacinação para a entrada estão Costa Rica, México, República Dominicana, El Salvador, Peru, Egito e Portugal. No entanto, praticamente todos esses países solicitam teste PCR feito pelo menos com 72h de antecedência.

A pandemia ainda nos demanda atenção e cuidados, especialmente em função do aparecimento de novas variantes do vírus. Se você quiser viajar nesse momento, seja um viajante responsável e respeite sempre as restrições locais de circulação e regras em relação ao distanciamento social e ao uso de máscara.

Para mais informações sobre o coronavírus, acesse a página da OMS. (https://www.paho.org/pt/covid19)

pt_BRPortuguese