fbpx
Foto tirada por uma turista com uma senhora do Irã.

O Irã é um país milenar que guarda muito da antiga Pérsia, como uma cultura que desperta a curiosidade de todos e com lugares que fazem os olhos dos turistas brilharem. Além dos famosos tapetes persas, o Irã apresenta várias curiosidades que tornam o país um destino irresistível.

Por isso que nós, da Mala e Cuia, separamos 8 curiosidades sobre o Irã que você nunca imaginou encontrar no país. Dá uma olhada!

1 – O consumo de álcool é proibido

A proibição do álcool no Irã acontece por causa de um motivo muito interessante: o consumo de qualquer coisa que seja prejudicial ao corpo e a mente vai contra os ensinamentos religiosos. Ou seja, a bebida alcoólica é proibida como um ato de fé e respeito às crenças e ao próprio indivíduo.

2 – As refeições são feitas no chão

No Irã quase todas as casas não possuem mesas para refeições, nem ao menos as cadeiras! Isso porque é da cultura dos iranianos comerem sentados em almofadas, com a comida servida no chão mesmo — claro que tudo é muito bem organizado e limpo. Os muçulmanos fazem suas refeições no chão pois sua fé os orienta a seguir os exemplos do profeta, que agia dessa maneira. Apesar de ser recomendado comer e beber sentado no chão, não configura pecado fazê-lo sentado à mesa.

3 – A exportação de especiarias é muito forte por lá

O país é reconhecido mundialmente pela produção de especiarias, sendo que o Irã é o maior produtor e exportador de caviar no mundo, incluindo o tipo mais caro dessa especiaria. Além disso, o país é responsável por quase toda a produção mundial de açafrão.

4 – Existem casamentos de curto prazo

Casamentos que podem durar apenas algumas horas, dias ou anos. Pode isso? Claro! O casamento de curto prazo, o Sigheh, é permitido conforme a lei Sharia. As pessoas se casam sob estas condições por alguns motivos, um deles é para saciar os desejos sexuais.

5 – Os mais antigos moinhos de vento são iranianos

Entre todas as construções antigas e históricas do país, você encontra alguns moinhos de ventos datados entre os anos 500 e 900 d.C. no Irã. São obras que foram construídas na antiga Pérsia e alguns desses moinhos funcionam até hoje!

6 – O povo é supersticioso

O povo do Irã é supersticioso e acredita fielmente em diversas lendas históricas e crenças populares, como o mau-olhado (motivo pelo qual as pessoas adoram comprar amuletos contra esse tipo de energia negativa, como os Olhos Turcos ou Hamsá).

7 – É comum não pagar pelo que se compra

Aí você se pergunta: como assim? O que acontece é que no Irã as pessoas são muito gentis e o “não pagar” pelas coisas é um jeito educado de agradar ao próximo. É a cultura deles sobre “abrir mão de algo para receber a mesma atitude de volta”.

Por isso, é bem comum que os turistas sejam recebidos com essa gentileza. Afinal, é o jeito deles de agradecer a visita e desejar um “seja bem-vindo”.

8 – Eles gostam de receber visitas

O povo iraniano adora receber visitas, tanto no país quanto em suas próprias casas. Além de pagar pelos produtos ou serviços para que os turistas se sintam bem no local, é comum que as pessoas de lá os convidem para fazerem refeições junto de suas famílias e até mesmo oferecer hospedagem.

Deu vontade de conhecer o Irã? O país, a cada ano que passa, recebe mais turistas interessados em conhecer sobre a sua cultura e a sua história por trás de construções históricas e de um povo muito hospitaleiro. A Mala e Cuia criou um pacote de viagem exclusivo, incluindo as principais atrações do país, confira clicando em “Abrir Roteiro”.


Irã

Confira todos os detalhes do pacote
(valores, datas, hotéis, serviços, etc).



Para ter uma ideia do que curtir no país, leia o nosso post sobre o que fazer no Irã e conheça as melhores cidades e pontos turísticos para visitar!

Total
3K
Shares
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese