fbpx
Cidade Azul: Chefchaouen
gettyimages

Visitar a África, especialmente Marrocos, tem sido uma opção cada vez mais procurada pelos turistas. E uma das cidades mais interessantes do país é a isolada Chefchaouen, conhecida como a cidade Azul.

Como o nome revela, ele se dá por conta do fato de quase todas as paredes da cidade serem pintadas de azul, tornando o lugar único. Saiba aqui um pouco mais sobre a cidade e inclua-a no seu roteiro para Marrocos.

Porque a cidade é azul

Apesar de não ter uma teoria comprovada, a versão com mais crédito é a que diz que durante a Inquisição Espanhola vários judeus se mudaram para lá. 

Os religiosos, portanto, tinham o costume de pintar as paredes de azul para remeter ao céu e ao divino. Essa explicação faz sentido, visto que até mesmo a bandeira de Israel tem a cor azul.

A atração aos turistas

Um dos principais motivos que faz os turistas serem atraídos à Chefchaouen é o fato da cidade ser muito tranquila, ao contrário dos outros lugares turísticos do Marrocos. 

Além do passeio calmo, hoje em dia a Cidade Azul também tem chamado a atenção de cada vez mais influenciadores, blogueiros e fotógrafos, que a usam como cenário para as mais variadas fotografias.

3 lugares para conhecer na Cidade Azul

1 – Praça Uta El-Hamman

Seguindo o clima de calmaria que há na cidade Azul, a principal dica é reservar um tempo para passear pela Medina, que é a parte mais antiga da cidade. Na parte mais central da Medina de Chefchaouen, você encontrará a Praça Uta El-Hamman.

Lá é onde fica o antigo Kasbah, parte mais tradicional da arquitetura marroquina. Além disso, são várias opções de restaurantes deliciosos para fazer uma refeição e lojas que vendem artigos tradicionais para levar souvenirs para casa.

Praça Uta El-Hamman
Olhares Sapo PT

2 – Grande Mesquita

A Grande Mesquita da Cidade Azul fica na principal praça de lá, que já citamos anteriormente. Ou seja: em um só passeio você pode visitar os dois locais, que são bem fáceis de encontrar.

A mesquita foi construída no século XV e o que chama a atenção na sua arquitetura é o formato octagonal, inspirada na vista do Sul da Espanha (Andaluzia). Um detalhe que pode ser um pouco frustrante é o fato de que somente muçulmanos podem entrar na construção.

Grande Mesquita
Caderno by Miguel Antunes

3 – Cascata de Ras El-Maa e Mesquita Espanhola

Essa é uma pequena cascata que fica no caminho até o alto das Montanhas Rife. Além de bonita, a visita também vale pela experiência antropológica que você pode viver ali ao ver as pessoas usando aquela queda de água para se refrescar ou para lavar roupas.

Cascata de Ras El-Maa e Mesquita Espanhola
World of Waterfalls

Seguindo pelo caminho, é possível chegar até a Mesquita Espanhola, onde você pode conhecer essa bela construção feita pelos espanhóis em 1920 e observar a beleza da cidade vista do alto.

A conclusão é que tranquilidade não é sinônimo de tédio, não é mesmo? A Cidade Azul pode proporcionar um clima de paz e ainda assim tem vários lugares incríveis e históricos para conhecer. Confira o nosso roteiro para Marrocos e Espanha e visite Chefchaouen conosco!

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese